ASPECTOS FÍSICOS E DE INFRAESTRUTURA DA MALHA RODOVIÁRIA: ENTRAVES AO DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA EM RORAIMA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Francisleile Lima Nascimento

Resumo

O referido artigo tem como objetivo discutir como os aspectos físicos relacionados à infraestrutura da malha rodoviária contribuem para os acidentes com os caminheiros, e de que forma essa situação afeta a indústria roraimense. A pesquisa é cunho bibliográfico e descritivo sob a ótica da abordagem exploratório e qualitativa, pois busca­se familiarizar com o problema. Os resultados partem da análise de conteúdo demonstram que Roraima, possui uma única balança e essa situação promove diversos problemas dentre eles o excesso de carga, que pode proporcionar o desgaste acelerado da pavimentação e que por sua vez, poderá afetar a trafegabilidade nas rodovias, afetando diretamente a indústria roraimense. Conclui-se que o poder público na maioria das vezes não contribui para a melhoria da malha rodoviária, e dessa forma, as empresas buscam através de novas tecnologias, evitar perdas humanas e materiais.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
NASCIMENTO, F. L. . ASPECTOS FÍSICOS E DE INFRAESTRUTURA DA MALHA RODOVIÁRIA: ENTRAVES AO DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA EM RORAIMA. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 1, n. 1, p. 33–41, 2020. DOI: 10.5281/zenodo.3761863. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/185. Acesso em: 7 jul. 2022.
Seção
Artigos

Referências

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

CARVALHO, C. A. M. de. Análise estrutural do setor de transporte rodoviário de cargas do Município de Boa Vista (Dissertação de Mestrado em Economia). Porto Alegre: UFRGS, 2010.

CNT - Confederação Nacional do Transporte. Atlas do Transporte. Brasília: CNT/SESTSENAT, 2006. Disponível em: <http://www.cnt.org.br>. Acesso em: 21/01/2020.

CNT - Confederação Nacional do Transporte. Oficina Nacional Transporte e Mudanças Climáticas: é possível mitigar as emissões do transporte no Brasil 56 organizações sugerem temas e ações. Brasília: CNT, 2009. Disponível em: <http://www.cnt.org.br>. Acesso em: 21/01/2020.

CNT - Confederação Nacional do Transporte. Pesquisa CNT de rodovias 2015, estado de Roraima. Brasília: CNT, 2015. Disponível em: <http://www.cnt.org.br>. Acesso em: 21/01/2020.

CNT - Confederação Nacional do Transporte. Pesquisa CNT de rodovias 2019: release e principais dados. Brasília: CNT, 2015. Disponível em: <https://pesquisarodovias.cnt.org.br>. Acesso em: 19/02/2020.

COOPERTAN - Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Cargas do Norte. “Excesso de Peso Prejudica Pavimento da BR 174”. Folha de Boa Vista Online [08/05/2015]. Disponível em: <http://www.folhabv.com.br>. Acesso em: 21/01/2019.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. São Paulo: Atlas, 2008.

IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. “Ipea diz que Roraima lidera número de mortes em rodovias”. G1 Globo Roraima Online [09/09/2015]. Disponível em: <http://g1.globo.com>. Acesso em: 21/01/2019.

IPR - Instituto de Pesquisa Rodoviárias. Balanço IPR 2015. Brasília: IPR, 2015. Disponível em: <http://ipr.dnit.gov.br>. Acesso em: 21/01/2020.

PRF - Polícia Rodoviária Federal. “Número de mortes nas rodovias de RR é o menor em oito anos”. G1 Globo Roraima Online [06/06/2016]. Disponível em: <http://g1.globo.com>. Acesso em: 21/01/2019.

RAMOS, P.; RAMOS, M. M.; BUSNELLO, S. J. Manual prático de metodologia da pesquisa: artigo, resenha, projeto, TCC, monografia, dissertação e tese. Blumenau: Acadêmica, 2005.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>