SISTEMA DE SAÚDE PÚBLICO NO BRASIL E A PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Francisleile Lima Nascimento
Alberto do Espírito Santos Dantas Pacheco

Resumo

O referido artigo tem como objetivo analisar a capacidade do Sistema Único de Saúde (SUS) refletindo sobre as medidas emergenciais do poder público para combater o novo coronavírus (Sars-CoV-2) e da doença (covid-19). A metodologia utilizada parte da revisão bibliográfica de cunho descritivo e exploratório sob a ótica da abordagem sistêmica e análise de conteúdo. Os resultados partem da análise de conteúdo demonstrando que o Sistema de Saúde Público Brasileira vivencia um momento delicado à beira de um colapso frente à demanda da pandemia fruto de uma política adotada no período colonial estendendo-se a atualidade priorizando sempre a elite e contribuindo para o aumento das desigualdades sociais e ao acesso aos serviços básicos de saúde. Conclui-se que devido às grandes ocorrências do novo coronavírus (Sars-CoV-2) e da doença (covid-19) e as diversas falhas que o SUS sempre apresentou e nunca foram verdadeiramente solucionadas, o sistema enfrenta um dos seus maiores desafios da história, momento este de, repensar a gestão e fortalecer o SUS para atender a demanda da pandemia que a cada dia faz centenas de vítimas.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
NASCIMENTO, F. L. .; PACHECO, A. do E. S. D. . SISTEMA DE SAÚDE PÚBLICO NO BRASIL E A PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS . Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 2, n. 5, p. 63–72, 2020. DOI: 10.5281/zenodo.3759724 . Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/131. Acesso em: 8 ago. 2022.
Seção
Artigos

Referências

BATICH, M. “Previdência do trabalhador: uma trajetória inesperada”. Revista São Paulo em perspectiva, vol. 18, n. 3, 2004.

BORGES, C. C.; JAPUR, M. “Promover e recuperar saúde: sentidos produzidos em grupos comunitários no contexto do Programa de Saúde da Família”. Revista Interface-Comunicação, Saúde, Educação, vol. 9, 2005.

BRASIL. Ministério da Saúde. Sistema Único de Saúde (SUS) - Princípios e conquistas. Brasília, DF: MS, 2000.

CARVALHO, G. “A saúde pública no Brasil”. Revista Saúde Pública Estudos Avançados, vol. 27, n. 78, 2013.

CORREIA, B. S. “A evolução histórica das políticas de saúde no Brasil”. Portal Eletrônico Educação [2014]. Disponível em: <http://www.portaleducacao.com.br>. Acesso em: 13/04/2020.

COSTA JÚNIOR, A. G.; COSTA, C. E. “Breve Relato Histórico das Políticas Públicas de Saúde no Brasil”. Portal Eletrônico da MV [2014]. Disponível em: <http://www.mv.com.br/pt/blog>. Acesso em 20/04/2020.

DINIZ, J. “Os desafios da saúde pública no Brasil”. Portal Eletrônico da UNINABUCO [2014]. Disponível em: <http://www.joaquimnabuco.edu.br>. Acesso em: 13/04/2020.

FERNANDES, A. “Contra projeto bomba Guedes negocia repasse de até R$ 40 bi a estados e municípios”. Estadão. [11/04/2020]. Disponível em: <https://economia.estadao.com.br>. Acesso em: 13/04/2020.

GASPARETTO JÚNIOR, A. “Saúde Pública”. InfoEscola [2012]. Disponível em: <http://www.infoescola.com>. Acesso em: 13/04/2020.

LAZZARIS, M. C. As políticas de saúde e as intervenções no espaço urbano: Florianópolis, 1930-1945 (Dissertação de Mestrado em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade). Florianópolis: UFSC, 2009.

LOPES, P. J. A Evolução da Saúde Pública no Brasil. São Paulo: Pastoral Fé e Política, 2011. Disponível em: <http://www.pastoralfp.com>. Acesso em: 13/04/2020.

MERHY, E. E.; QUEIROZ, M. S. “Saúde pública, rede básica e o sistema de saúde brasileiro”. Caderno Saúde Pública, vol. 9, n. 2, 1993.

OTONI, R. “Coronavírus mostra importância do SUS”. Revista online Fórum [13/03/2020]. Disponível em: <https://revistaforum.com.br>. Acesso em: 13/04/2020.

PERILLO, E. B. F. Importação e implantação do modelo médico-hospitalar no Brasil. Um esboço de história econômica do sistema de saúde 1942-1966 (Tese de Doutorado em Histórica Econômica). São Paulo: USP, 2008.

PONTE, C. F.; REIS, J. R. F.; FONSECA, C. M. O. “Saúde pública e medicina previdenciária: complementares ou excludentes”. Na corda bamba de sombrinha: a saúde no fio da história. Rio de Janeiro: Fiocruz/COC, 2010.

PONTES, N. “Sucateado, SUS vive "caos" em meio à pandemia”. Deutsche Welle, Brasil, [17/03/2020]. Disponível em: <https://www.dw.com/pt-br>. Acesso em: 13/04/2020.

SANTANA, R. M.; SILVA, V. G. Auditoria em Enfermagem: uma proposta metodológica. Ilhéus: Editus, 2009.

SANTIAGO, F. P.; SOUZA, P. R. F.; MACHADO, F. C. A.; FERNANDES, E. R. L. “Perfil de homens na atenção primária à saúde”. Revista HOLOS, vol. 5, 2015.

SENHORAS, E. M. “Coronavírus e o papel das pandemias na história humana”. Revista Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 1, n. 1, 2020.

SENHORAS, E. M.; SOUSA, Y. N. “Cooperação funcional para o desenvolvimento da saúde e os entraves para a diplomacia médica no Brasil”. Boletim Mundorama, vol. 70, 2013.

VERONI, W. “Saúde e Literatura: livro faz recorte histórico da saúde dos escravos no Brasil”. Blog Saúde [16/05/2016]. Disponível em:<http://blog.saude.mg.gov.br>. Acesso em: 13/04/2020.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>