ACOLHIMENTO A TRABALHADORES DE SERVIÇO ESPECIALIZADO EM ABORDAGEM SOCIAL NO ESTADO DE SÃO PAULO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA NA FORMAÇÃO EM PSICOLOGIA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Alicia Schmoeller Bernardo
Damiana Denise do Nascimento
Mayara Fortunato Mendes
Renan Vieira de Santana Rocha

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar o processo de estágio em Psicologia Institucional realizado em uma instituição do tipo Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), no estado de São Paulo, de forma remota, tendo em vista à pandemia do novo coronavírus. Para a sua consecução, foram realizados encontros semanais durante sete semanas com os trabalhadores da instituição, com o intuito de oferecer um lugar de apoio e acolhimento aos mesmos, onde se sentissem confortáveis em compartilhar suas angústias e demandas, a fim de aliviar a sua rotina no trabalho e a carga psicológica decorrente desta. A metodologia utilizada foi o Relato de Experiência, método cujo foco foi, exclusivamente, a análise da experiência vivida pelas estagiárias em seu processo de trabalho. As demandas, dificuldades e desafios que tanto os trabalhadores quanto a população em situação de rua enfrentam diariamente são discutidos neste estudo como base para as análises do mesmo, e foram também identificadas no discurso dos trabalhadores a partir dos encontros realizados. Logo, essa experiência proporcionou uma visualização do retrato atual das condições humanas da sociedade em sua pluralidade – mas também em suas desigualdades – e destacou a necessidade de explorar histórias positivas, negativas e coletivas interligadas, que afetam a vida uns dos outros no âmbito pessoal e social mas, sobretudo, profissional.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
BERNARDO, A. S. .; NASCIMENTO , D. D. do .; MENDES, M. F.; ROCHA, R. V. de S. ACOLHIMENTO A TRABALHADORES DE SERVIÇO ESPECIALIZADO EM ABORDAGEM SOCIAL NO ESTADO DE SÃO PAULO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA NA FORMAÇÃO EM PSICOLOGIA. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 7, n. 21, p. 10–23, 2021. DOI: 10.5281/zenodo.5199519. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/438. Acesso em: 25 out. 2021.
Seção
Artigos

Referências

BOTTEGA, C. G.; MERLO, Á. R. C. “Prazer e sofrimento no trabalho dos educadores sociais com adolescentes em situação de rua”. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, vol. 13, n. 2, 2015.

BRASIL. Lei n. 8.742, de 07 de dezembro de 1993. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br>. Acesso em: 09/06/2021.

BRASIL. Lei n. 11.258, de 30 de dezembro de 2005. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br>. Acesso em: 09/06/2021.

BRASIL. Decreto n. 7.053, de 23 de dezembro de 2009a. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br>. Acesso em: 09/06/2021.

BRASIL. Resolução n. 109, de 11 de novembro de 2009b. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br>. Acesso em: 09/06/2021.

CARVALHO, E. L. et al. “Psicologia Social Comunitária e Saúde da População em Situação de Rua: Vivências da Psicologia à Redução de Danos”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 6, n. 18, 2021.

DALTRO, M. R.; FARIA, A. A. “Relato de Experiência: Uma narrativa científica na pós-modernidade”. Estudos e Pesquisas em Psicologia, vol. 19, n. 1, 2019.

DRUMONT, M. P. “Elementos para uma análise do machismo”. Perspectivas: Revista de Ciências Sociais, vol. 3, 1980.

MACÊDO, S. “Políticas Públicas: o que são e para que existem”. Portal Eletrônico da Assembleia Legislativa de Sergipe (ALESE) [16/11/2018]. Disponível em: <http://al.se.leg.br>. Acesso em: 13/06/2021.

MPMG - Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG). Direitos do Morador de Rua: Um Guia na Luta pela Dignidade e Cidadania. Belo Horizonte: MPMG, 2010.

MORAES, D. J.; MACÊDO, C. M. V. “Caminhos da Autonomia: Grupo Reflexivo com Ex-Moradores de Rua”. Psicologia: Ciência e Profissão, vol. 40, novembro, 2020.

ONU - Organização das Nações Unidas. Declaração Universal dos Direitos Humanos. Paris: ONU, 1948.

SENHORAS, E. M. “O campo de poder das vacinas na pandemia da Covid-19”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 6, n. 18, 2021.

SICARI, A. A.; ZANELLA, A. V. “Pessoas em Situação de Rua no Brasil: Revisão Sistemática”. Psicologia: Ciência e Profissão, vol. 38, n. 4, 2018.

SILVA, S. C.; BERTO, R. C.; ROMERA, L. A. “Trajetórias de vida e formação de educadores sociais nos Centros Pop da Região Metropolitana de Vitória/ES”. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, vol. 29, n. 111, 2021.

STUCKY, R. M. M. “As Políticas Públicas e a Exclusão na Conquista do Direito Universal à Saúde”. In: BONETI, L. W. (org.). Educação, exclusão e cidadania. Ijuí: Editora Unijuí, 1997.