O DESENCADEAMENTO DA ANSIEDADE E DA DEPRESSÃO NO ÂMBITO ACADÊMICO: UMA REVISÃO DE LITERATURA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Monique Ferreira Rocha
Pablo Mateus dos Santos Jacinto
Renan Vieira de Santana Rocha
Beatriz Borges Brambilla

Resumo

O objetivo deste estudo consiste em identificar as possíveis correlações entre ansiedade e depressão entre jovens universitários, a partir do que nos indica a literatura científica. Para tal, foi realizada revisão da literatura publicada entre 2011 e 2021, disponível nas bases Scientific Electronic Library Online (SCIELO); Periódicos Eletrônicos de Psicologia (PEPSIC); Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Os resultados indicam que o contexto universitário apresenta fatores de risco para desencadear ansiedade e depressão, interferindo na saúde e no desempenho acadêmico do estudante. Conclui-se que os universitários passam por vários processos ao entrar no ensino superior, como uma nova rotina de ensino-aprendizagem, realização de novos vínculos, dificuldades para adaptar-se ao meio, extensa carga horária dos cursos, sendo assim, perceptível a necessidade de se ter uma imposição de núcleos de acolhimentos para esses grupos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
ROCHA , M. F. .; JACINTO, P. M. dos S.; ROCHA, R. V. de S. .; BRAMBILLA, B. B. . O DESENCADEAMENTO DA ANSIEDADE E DA DEPRESSÃO NO ÂMBITO ACADÊMICO: UMA REVISÃO DE LITERATURA: . Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 8, n. 24, p. 20–32, 2021. DOI: 10.5281/zenodo.5685086. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/504. Acesso em: 8 ago. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Beatriz Borges Brambilla, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

 -SP.

Referências

ALVES, T. C. T. F. “Depressão e Ansiedade entre Estudantes da Área de Saúde”. Revista de Medicina, vol. 93, n. 3, setembro, 2014.

APA - American Psychiatric Association. Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais: DSM-5. Porto Alegre: Artmed, 2014.

ARINO, D. O.; BARDAGI, M. P. “Relação entre Fatores Acadêmicos e a Saúde Mental de Estudantes Universitários”. Revista Psicologia em Pesquisa, vol. 12, n. 3, dezembro, 2018.

CARDELLA, B. H. P. “Ajustamento Criativo e Hierarquia de Valores ou Necessidades”. In: FRAZÃO, L. M.; FUKUMITSU, K. O. (orgs.). Gestalt-Terapia: Conceitos Fundamentais. São Paulo: Summus, 2014.

COHEN, E. B.; COSTA, A. R. L.; AMBIEL, R. A. M. “Relação entre Sintomas Depressivos e Esperança Cognitiva em Universitários”. Revista de Psicologia da IMED, vol. 11, n. 2, dezembro, 2019.

COSTA, K. M. V. et al. “Ansiedade em Universitários na Área da Saúde”. Anais do II Congresso Brasileiro das Ciências da Saúde. Campina Grande: UEPB, 2017.

COULON, A. A Condição de Estudante: A Entrada na Vida Universitária. Salvador: EDUFBA, 2008.

EL MANN, A. M. S. “Gestalt-Terapia e Síndrome do Pânico: Uma Relação”. IGT Rede, vol. 10, n. 18, junho, 2013.

ETAPECHUSK, J.; FERNANDES, L. R. S. “Depressão sob o Olhar Gestáltico”. Revista Luso-Brasileira de Psicologia, fevereiro, 2018.

GODOY, A. S. “Pesquisa Qualitativa: Tipos Fundamentais”. Revista de Administração de Empresas, vol. 26, n. 2, agosto, 1995.

LIMA, P. V. A. “Autorregulação Organísmica e Homeostase”. In: FRAZÃO, L. M.; FUKUMITSU, K. O. (orgs.). Gestalt-Terapia: Conceitos Fundamentais. São Paulo: Summus, 2014.

MALTONI, J.; DE CAMARGO PALMA, P.; NEUFELD, C. B. “Sintomas Ansiosos e Depressivos em Universitários Brasileiros”. Revista Psico, vol. 50, n. 1, maio, 2019.

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. C. P.; GALVÃO, C. M. “Revisão Integrativa: Método de Pesquisa para a Incorporação de Evidências na Saúde e na Enfermagem”. Texto & Contexto – Enfermagem, vol. 17, n. 4, dezembro, 2008.

OLIVEIRA, M. I. S. “Intervenção Cognitivo-Comportamental em Transtorno de Ansiedade: Relato de Caso”. Revista Brasileira de Terapias Cognitivas, vol. 7, n. 1, junho, 2011.

PACHANE, G. G. “A experiência universitária e sua contribuição ao desenvolvimento pessoal do aluno”. In: MERCURI, E.; POLYDORO, S. A. J. (orgs.). Estudante Universitário: Características e Experiências de Formação. Taubaté: Cabral, 2003.

PEREIRA, J. M. Uso de Substâncias Psicoativas e Outros Fatores Associados aos Sintomas de Transtornos de Ansiedade e Depressão (Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação em Nutrição). Ouro Preto: UFOP, 2019.

RIBEIRO. Jorge Ponciano. Gestalt-Terapia: Refazendo um Caminho. São Paulo: Editora Summus, 2012.

SANTIAGO, A.; HOLANDA, A. F. “Fenomenologia da Depressão: Uma Análise da Produção Acadêmica Brasileira”. Revista da Abordagem Gestáltica, vol. 19, n. 1, julho, 2013.

SANTOS, L. P.; DE FREITAS FARIA, L. A. “Ansiedade e Gestalt-Terapia”. Revista da Abordagem Gestáltica, vol. 12, n. 1, junho, 2006.

SILVA, L. S. C. Jovens Universitários e sua Relação com o Saber (Dissertação de Mestrado em Psicologia). Salvador: UFBA, 2013.

YANO, L. P. “A Clínica em Gestalt-Terapia: A Gestalt dos Atendimentos nos Transtornos Depressivos”. Revista NUFEN: Phenomenology and Interdisciplinarity, vol. 7, n. 1, junho, 2015.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>