CUIDANDO DE QUEM CUIDA: ATUAÇÃO REMOTA EM PSICOLOGIA COM PROFISSIONAIS DE UM CENTRO DE ACOLHIDA PARA PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA NO ESTADO DE SÃO PAULO

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Rodrigo Hideyuki Freitas dos Santos
Sandra Regina Albuquerque
Stephanie Rocha de Almeida
Renan Vieira de Santana Rocha

Resumo

O presente estudo, construído sob o método de um relato de experiência, tem por objetivo descrever a experiência de desenvolvimento de um Estágio em Psicologia, realizado junto a um Centro de Acolhida (CA) do estado de São de Paulo, em parceria com uma Universidade do mesmo estado, em um projeto de cuidado a cuidadores, denominado “Lugar de Cuidado”. Para a construção do mesmo, apresentaremos, primeiramente, um breve histórico do tipo de instituição em que trabalhamos; em seguida, falaremos sobre a demanda atendida e, também, sobre os principais problemas encontrados no atendimento da mesma, inclusive ponderando-se a pandemia. Ao final, registraremos a importância do grupo terapêutico como um espaço possível para o cuidado à saúde mental de trabalhadores de políticas públicas voltadas à população em situação de rua, ao tempo em que estimulamos que estratégias como estas devem estar cada vez mais presentes no processo formativo em Psicologia.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SANTOS, R. H. F. dos .; SANDRA REGINA ALBUQUERQUE; ALMEIDA, S. R. de .; ROCHA, R. V. de S. . CUIDANDO DE QUEM CUIDA: ATUAÇÃO REMOTA EM PSICOLOGIA COM PROFISSIONAIS DE UM CENTRO DE ACOLHIDA PARA PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA NO ESTADO DE SÃO PAULO. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 8, n. 24, p. 42–55, 2021. DOI: 10.5281/zenodo.5709426. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/505. Acesso em: 8 ago. 2022.
Seção
Artigos

Referências

CERQUEIRA, T. C. S. (Com)Textos em Escuta Sensível. Brasília: Thesaurus, 2011.

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DE MINAS GERAIS (CRP-MG). A Psicologia e a População em Situação de Rua: Novas Propostas, Velhos Desafios. Belo Horizonte: CRP-MG, 2015.

DALTRO, M. R.; FARIA, A. A. “Relato de Experiência: Uma Narrativa Científica na Pós-Modernidade”. Estudos e Pesquisas em Psicologia, vol. 19, n. 1, abril, 2019.

FIGUEIREDO, P. “Brasil registra mais de 17 mil casos de violência contra moradores de rua em 3 anos”. G1 [17/06/2019]. Disponível em: <https://g1.globo.com>. Acesso em: 05/06/2021.

HALPERN, S. C.; DIEMEN, L. “Vulnerabilidades Clínicas e Sociais em Usuários de Crack de acordo com a Situação de Moradia: Um Estudo Multicêntrico de Seis Capitais Brasileiras”. Cadernos de Saúde Pública, v. 33, n. 6, 2017.

ROCHA, R. V. S.; BRAMBILLA, B. B.; BARROS, B. D. “Saúde Mental em Contextos de Pandemia e Isolamento Social: Tarefas Para as Trabalhadoras e Trabalhadores da Saúde”. Revista Interfaces: Saúde, Humanas e Tecnologia, vol. 8, n. 3, setembro, 2020.

ROGERS, C. Grupos de Encontro. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2002.

SANTOS, J. P. A Escuta Qualificada: Instrumento Facilitador no Acolhimento ao Servidor Readaptado (Trabalho de Conclusão de Curso de Pós-Graduação em Gestão de Pessoas). São Paulo: FGV, 2014.

SILVA, R. J.; GUEDES, M. C. “A Evolução do Conceito de Grupo em Silvia Lane”. Psicologia Revista, vol. 24, n. 2, maio, 2015.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)