A PSICOLOGIA DA LIBERTAÇÃO E O AQUILOMBAMENTO DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA EM SALVADOR/BA: REFLEXÕES ATRAVÉS DO PROGRAMA CORRA PRO ABRAÇO

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Diele Santos da Paixão
Renan Vieira de Santana Rocha
Iago Lôbo Siqueira Rodrigues

Resumo

Este ensaio surgiu como produto de um Estágio Específico em Intervenções Psicológicas, no âmbito da graduação em Psicologia, na Universidade Salvador (UNIFACS). O escrito apresenta-se no formato de Ensaio Teórico-Crítico, e tem como objetivo realizar uma análise das múltiplas violações de Direitos Humanos às quais as populações vulnerabilizadas estão expostas, especificamente a população em situação de rua, para, a partir de tal, propor reflexões sobre as aproximações entre a Psicologia da Libertação, de Ignácio Martín-Baró, e o processo de Aquilombamento. O mesmo tem como inspiração o trabalho desenvolvido pelo Programa Corra Pro Abraço, em Salvador/BA, programa este que, ao atuar com ações de promoção da cidadania junto à população em situação de rua, compartilha um ideal de reconstrução coletiva da identidade, do respeito, da autonomia e do levante das mais diferentes populações vulnerabilizadas, interseccionadas com a população-foco das intervenções do programa.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
PAIXÃO, D. S. da; ROCHA, R. V. de S.; RODRIGUES, I. L. S. A PSICOLOGIA DA LIBERTAÇÃO E O AQUILOMBAMENTO DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA EM SALVADOR/BA: REFLEXÕES ATRAVÉS DO PROGRAMA CORRA PRO ABRAÇO. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 5, n. 14, p. 09–20, 2021. DOI: 10.5281/zenodo.4506472. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/214. Acesso em: 25 out. 2021.
Seção
Ensaios
Biografia do Autor

Diele Santos da Paixão, Universidade Salvador (UNIFACS)

Psicóloga, graduada pela Universidade Salvador (UNIFACS).

Renan Vieira de Santana Rocha, Universidade Salvador (UNIFACS)

Psicólogo (UFBA); Mestre em Saúde Coletiva (UFBA). Especialista em Saúde Coletiva (UFBA), em Gestão em Saúde (UNEB) e em Estudos Étnicos e Raciais (IFBA). Docente da Universidade Salvador (UNIFACS). Supervisor de Estágio, no âmbito da UNIFACS, junto ao Programa Corra Pro Abraço (SJDHDS).

Iago Lôbo Siqueira Rodrigues, Programa Corra Pro Abraço (SJDHDS)

Psicólogo (UFBA); Supervisor de equipe no Programa Corra pro Abraço (SJDHDS); Especialista em Psicoterapia Analítica (IJBA).

Referências

ARAÚJO, E. T.; SAAD, L. Outros Caminhos são Possíveis – Corra Pro Abraço: Ação Pública de Redução de Riscos e Danos para Populações Vulneráveis. Salvador: Comunidade, Cidadania e Vida, 2019.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Planalto, 1988. Disponível em: . Acesso em: 31/01/2021.

BRASIL. Decreto Federal n. 4.345, de 26 de Agosto de 2002. Brasília: Planalto, 2002. Disponível em: . Acesso em: 31/01/2021.

BRASIL. Decreto n. 7.053, de 23 de Dezembro de 2009. Brasília: Planalto, 2009. Disponível em: . Acesso em: 31/01/2021.

BRASIL. Política Nacional sobre Drogas. Brasília: Planalto, 2019. Disponível em: . Acesso em: 31/01/2021.

CARVALHO, M. A.; SANTANA, J.; VEZEDEK, L. Cartografia dos Desejos e Direitos: Mapeamento e Contagem da População em Situação de Rua na Cidade de Salvador, Bahia, Brasil. Salvador: Projeto Axé, 2017a.

CARVALHO, M. A.; SANTANA, J.; VEZEDEK, L. Cartografia dos Desejos e Direitos: Quem são as Pessoas em Situação de Rua, Afinal? Salvador: Projeto Axé, 2017b.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA. SECRETARIA DE JUSTIÇA, DIREITOS HUMANOS E DESENVOLVIMENTO SOCIAL (SJDHDS). Corra Pro Abraço – O Caminho Para o Encontro na Rua. Salvador: SJDHDS, 2016. Disponível em: <http://cutt.ly/rkuZTN1>. Acesso em: 31/01/2021.

MARTÍN-BARÓ, I. Crítica e Libertação na Psicologia: Estudos Psicossociais. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2017.

MENEGHETTI, F. K. “O que é um ensaio-teórico?”. Revista de Administração Contemporânea, vol. 15, n. 02, 2011.

NASCIMENTO, A. J.; MEDEIROS, M. G. “O Fim da Escravidão e suas Consequências”. Anais do IV Colóquio de História da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). Recife: UNICAP, 2010.

NATALINO, M. Estimativa da População em Situação de Rua no Brasil – 2016. Rio de Janeiro: IPEA, 2016.

NATALINO, M. Estimativa da População em Situação de Rua no Brasil – 2020. Rio de Janeiro: IPEA, 2020.

ONU - Organização das Nações Unidas. Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH). Paris: ONU, 1948. Disponível em: <http://cutt.ly/ZkuXWGg>. Acesso em: 31/01/2021.

SAAD, L. “Fumo de Negro”: a criminalização da maconha no pós-abolição. Salvador: Editora da Universidade Federal da Bahia, 2018.

SOUZA, B. O. Aquilombar-se: Panorama Histórico, Identitário e Político do Movimento Quilombola Brasileiro (Dissertação de Mestrado em Antropologia Social). Brasília: UnB, 2008.

VEIGA, L. M. “Descolonizando a psicologia: notas para uma Psicologia Preta”. Fractal: Revista de Psicologia, v. 31, n. esp., setembro, 2019.