O CAMPO DE PODER DAS VACINAS NA PANDEMIA DA COVID-19

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Elói Martins Senhoras

Resumo

A pandemia da Covid-19 trouxe amplas repercussões multidimensionais e por conseguinte impulsionou uma corrida à descoberta e produção em larga escala de vacinas devido ao envolvimento ativo de diferentes players, como Estados Nacionais, grupos empresariais farmacêuticos e a comunidade técnico-científico. Tomando como referência esta discussão, o presente ensaio tem o objetivo de discutir as principais problemáticas geopolíticas e geoeconômicas envolvidas nesta corrida pelas vacinas, por meio da e um estudo de natureza exploratória e descritiva e explicativa quanto aos fins e de natureza quali-quantitativa quanto aos meios, utilizando-se de um método histórico-teórico-dedutivo e de uma triangulação metodológica fundamentada em uma revisão bibliográfica e documental no levantamento de dados e em uma análise hermenêutica, geoespacial e gráfica para a análise dos dados. Conclui-se com base nos resultados apresentados que a corrida pela vacina repercutiu em um duplo campo de poder, permeado por vetores conflitivos e cooperativos geopolíticos e geoeconômicos, responsáveis por gerar um padrão assimétrico  de poder no qual as vacinas se tornaram predominantemente bens privados, cuja internalização é acessível a um grupo restrito de países com renda per capita média e elevada.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SENHORAS, E. M. O CAMPO DE PODER DAS VACINAS NA PANDEMIA DA COVID-19. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 6, n. 18, p. 110–121, 2021. DOI: 10.5281/zenodo.5009525. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/400. Acesso em: 9 dez. 2021.
Seção
Artigos

Referências

CARVALHO, P. N.; SENHORAS, E. M. “The impact of COVID-19 Crisis on the Global Economy and the North American Hegemonic Cycle: A Reading”. Agenda Internacional, año XXVII, n. 38, 2020.

FONSECA, E. M. “The politics of COVID-19 vaccination in middle-income countries: Lessons from Brazil”. Social Science & Medicine, vol. 281, July, 2021.

HEISBOURG, F. “From Wuhan to the World: How the Pandemic Will Reshape Geopolitics”. Survival: Global Politics and Strategy, vol. 62, n. 3, 2020.

IOANNIDES, I. “The European Union and the geopolitics of Covid19 vaccines in the Western Balkans”. ELIAMEP Policy Brief, n. 146, April, 2021.

KUMAR, A. et al. “Status Report on COVID-19 Vaccines Development”. Current Infectious Disease Reports, vol. 23, n. 9, April, 2021.

MARANHÃO, R. A.; SENHORAS, E. M. “Orçamento de Guerra no enfrentamento à COVID-19: entre manobras parlamentares e batalhas políticas”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 2, n. 6, 2020.

MOON, S. “The Vaccine Race: Will Public Health Prevail over Geopolitics?”. Global Challenges, n. 1, June, 2020.

OUR WORLD IN DATA. “Coronavirus (COVID-19) Vaccinations”. Our World in Data [21/06/2021]. Disponível em: <https://ourworldindata.org/covid-vaccinations>. Acesso em: 21/06/2021.

SENHORAS, E. M. “Coronavírus e o papel das pandemias na história humana”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 1, n. 1, 2020.

SENHORAS, E. M. Estruturas de Gestão Estratégica da Inovação em Universidades Brasileiras. Boa Vista: EdUFRR, 2012.

SERHAN, Y. “Joe Biden’s ‘America First’ Vaccine Strategy”. The Atlantic [04/02/2021]. Disponível em: <https://www.theatlantic.com>. Acesso em: 18/06/2021.

SERHAN, Y. “Vaccine Nationalism Is Doomed to Fail”. The Atlantic [08/12/2020]. Disponível em: <https://www.theatlantic.com>. Acesso em: 18/06/2021.

SU, S.; DU, L.; JIANG, S. “Learning from the past: development of safe and effective COVID-19 vaccines”. Nature Reviews Microbiology, vol.19, 2021.

VaC – Vaccine Centre (VaC) at the London School of Hygiene and Tropical Medicine. “Landscape”. COVID-19 vaccine tracker [21/06/2021]. Disponível em: <https://vac-lshtm.shinyapps.io/ncov_vaccine_landscape>. Acesso em: 21/06/2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>