A REINVENÇÃO DAS VENDAS: AS ESTRATÉGIAS DAS EMPRESAS BRASILEIRAS PARA GERAR RECEITAS NA PANDEMIA DE COVID-19

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Adriano Alves de Rezende
José Antônio Marcelino
Mauren Miyaji

Resumo

A entrada da Covid-19 no país desencadeou uma série de efeitos sobre os setores produtivos e a economia. O isolamento social trouxe incerteza quanto ao futuro fez com que as pessoas a repensassem toda sua forma de consumir (quanto, onde, como e por quê). Isso gerou reflexos nas vendas e no faturamento das empresas que tiveram que buscar novas estratégias para comercializar seus produtos e garantir renda para a manutenção de seus negócios durante e após a pandemia. O objetivo deste trabalho é discutir estas estratégias mediante as limitações impostas pelo isolamento social. Para tal, foi realizada uma análise qualitativa utilizando a pesquisa bibliográfica e documental para subsidiar o estudo. Identificou-se um crescimento acima da média de novos usuários do e-commerce e do uso de estratégias colaborativas entre os pequenos empresários e as grandes redes de varejo virtual para auxiliar alavancar as vendas de ambos nesse período de pandemia. Caso a estratégia se mantenha vantajosa, como tem se mostrado até o momento, existe forte tendência de manutenção destas colaborações no período pós-pandemia.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
REZENDE, A. A. de .; MARCELINO, J. A. .; MIYAJI, M. . A REINVENÇÃO DAS VENDAS: AS ESTRATÉGIAS DAS EMPRESAS BRASILEIRAS PARA GERAR RECEITAS NA PANDEMIA DE COVID-19. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 2, n. 6, p. 53–69, 2020. DOI: 10.5281/zenodo.3834095 . Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/113. Acesso em: 8 ago. 2022.
Seção
Artigos

Referências

ABCOMM - Associação Brasileira de Comércio Eletrônico. Portal Eletrônico da ABCOMM [2020]. Disponível em: . Acesso em 25/04/2020.

ALMEIDA, E. L. F.; LOSEKANN, L. “Estratégias de Propaganda e Marketing” In: KUPFER, D.; HASENCLEVER, L. (orgs.) Economia Industrial: fundamentos teóricos e práticas no Brasil. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

ALVAREZ, F. E.; ARGENTE, D.; LIPPI, F. Um simples problema de planejamento para o bloqueio

da covid-19. Bureau Nacional de Pesquisa Econômica, 2020.

BESSANKO, D.; DRANOVE, D.; SHANLEY, M.; SCHAEFER, S. A Economia da Estratégia. Porto Alegre: Bookman, 2006.

CHAPCHAP. G. “Mais usuários de internet no Brasil: mais oportunidades para o e-commerce”. ECommerce Brasil [24/01/2020]. Disponível em: <https://www.ecommercebrasil.com.br/artigos/maisusuarios-internet-mais-oportunidades/>. Acesso em: 24/04/2020.

CFI - Corporate Finance Institute. “Fast-Moving Consumer Goods (FMCG)”. CFI Website [2020]. Disponível em: <https://corporatefinanceinstitute.com/resources/knowledge/other/fast-movingconsumer-goods-fmcg/>. Acesso em: 25/04/2020.

EBIT. Portal Eletrônico EBIT [2020]. Disponível em: <https://www.ebit.com.br/empresa>. Acesso em: 24/04/2020. EXAME. “Crise do coronavírus impulsiona aplicativos de entregas no Brasil”. Exame [17/03/2020]. Disponível em: <https://exame.abril.com.br/negocios/crise-do-coronavirus-impulsiona-aplicativos-deentregas-no-brasil/>. Acesso em: 24/04/2020.

FERNANDES, I. G. M.; FIGUEIREDO, H. M.; COSTA JÚNIOR, H. L.; SANCHES, S.G.; BRASIL, A. “Planejamento estratégico: análise SWOT”. Revista Conexão Eletrônica das Faculdades

Integradas de Três Lagoas, vol. 8, n. 01, 2015.

FERREIRA JÚNIOR, R. R.; SANTA RITA, L. P. “Impactos da Covid-19 na Economia: limites, desafios e políticas”. Cadernos de Prospecção, vol. 13, n. 2, 2020.

FORBES. “Conheça o bilionário mercado de entregas de comida”. Forbes [30/06/2019]. Disponível em: <https://forbes.com.br/negocios/2019/06/conheca-o-bilionario-mercado-de-entregas-de-comida/>. Acesso em 24/04/2020.

GATTIS, N. “Serviços de entrega são impulsionados pela pandemia do coronavírus”. Olhar Digital [17/03/2020]. Disponível em: <https://olhardigital.com.br/coronavirus/noticia/servicos-de-entrega-saoimpulsionados-pela-pandemia-do-coronavirus/98167>. Acesso em 24/04/2020.

GEODIS. “FMCG (Fast Moving Consumer Goods)”. Portal Eletrônico GEODIS [2020]. Disponível em: <https://geodis.com/br/mercado-vertical/fmcg>. Acesso em 26/04/2020.

G1. “Comércio eletrônico fatura R$ 75 bilhões no Brasil em 2019”. G1 [13/02/2020]. Disponível de: <https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/02/13/comercio-eletronico-fatura-r-75-bilhoes-no-brasilem-2019.ghtml>. Acesso em: 26/04/2020.

GILBERT, M.; DEWATRIPONT, M.; MURAILLE, E.; PLATTEAU, J. P.; GOLDMAN, M. Preparing for a responsible lockdown exit strategy. Nature Medicine [2020]. Disponível em: <https://doi.org/10.1038/s41591-020-0871-y>. Acesso em: 23/04/2020.

GOMES, J. S. Método de Estudo de Caso Aplicado à Negócios. São Paulo: Editora Atlas, 2006.

KOTLER, P.; KARTAJAMA, H.; SETIAWAN, I. Marketing 4.0: do tradicional ao digital. Rio de Janeiro: Sextante. 2017.

MAIA, B. I.; OLIVEIRA, M. A.; FUTAMI, A. H. “Inovação nos Canais de Comunicação como Forma de Comercialização”. Revista de Administração e Negócios da Amazônia, vol. 11, n. 4, 2019.

MAJUNDAR, R. Product Management in India. India: Prentice Hall India Pvt., Limited, 2004.

MATOS, S.; MIRANDA, L. “Em Foco IBRE: Cenários para o crescimento para o PIB do Brasil em 2020. IBRE. Boletim Macro, março, 2020.

MINTZBERG, H.; AHLSTRAND, B.; LAMPEL, J. Safári da estratégia: um roteiro pela selva do planejamento estratégico. Porto Alegre: Bookman, 2010.

NIELSEN COMPANY. “A Covid-19: comportamento das vendas on-line no Brasil”. Portal Eletrônico

da Nielsen [2020a]. Disponível em: <https://www.nielsen.com/br/pt/insights/report/2020/covid-19- comportamento-das-vendas-online-no-brasil/>. Acesso em: 26/04/2020.

NIELSEN COMPANY. “Como o brasileiro se prepara para vida restritiva imposta pela Covid-19”.

Portal Eletrônico da Nielsen [2020b]. Disponível em: <https://www.nielsen.com/br/pt/insights/article/2020/como-o-brasileiro-se-prepara-para-vida-restritivaimposta-pela-covid-19/>. Acesso em: 26/04/2020b.

PEREIRA, R. M.; BORINI, F.; FISCHMANN, A. A. “Estilo cognitivo e as dimensões do processo de estratégia em micro e pequenas empresas”. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas

Empresas, vol. 6, n. 3, 2017.

PÉREZ SERRANO, G. Investigación Cualitativa: Retos e Interrogantes. Madri: Muralla, 2008.

PIMENTEL, A. “O Método da Análise Documental: seu uso numa pesquisa historiográfica”. Cadernos de Pesquisa, n. 114, novembro, 2001.

PLUGG.TO. “Tendência para o e-commerce em 2020: o que esperar e como se preparar”. Portal Eletrônico PLUGG.TO [2020]. Disponível em: <https://plugg.to/tendencias-do-e-commerce-para- 2020-o-que-esperar-e-como-se-preparar/>. Acesso em: 18/05/2020.

PODER360. “Isolamento e medo de sair de casa fazem delivery crescer durante pandemia”. Poder360 [17/03/2020]. Disponível em: <https://www.poder360.com.br/tecnologia/isolamento-e-medo-de-sair-decasa-fazem-delivery-crescer-durante-pandemia/>. Acesso em: 24/04/2020.

SAMPAIO, D. “O que é E-commerce? Tudo o que você precisa saber para ter uma loja virtual de sucesso!” Rock Contente Website [27/03/2020]. Disponível em: <https://rockcontent.com/blog/ecommerce-guia/>. Acesso em: 27/04/2020.

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. “O que é omnichannel?”. Portal Eletrônico do SEBRAE [2020a]. Disponível em: <https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/integre-seus-canais-de-vendas-a-partir-doconceito-de-omni-channel,87426f65a8f3a410VgnVCM2000003c74010aRCRD>. Acesso em: 25/04/2020.

SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. “Dicas e Estratégias para vendas multicanais”. Portal Eletrônico do SEBRAE [2020b]. Disponível em: <https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/dicas-e-estrategias-para-vendasmulticanais,0d944cd7eb34f410VgnVCM1000004c00210aRCRD>. Acesso em: 26/04/2020.

SENHORAS, E. M. “Novo Coronavírus e seus impactos econômicos no mundo”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 1, n. 2, 2020.

O'SULLIVAN, A.; SHEFFRIN, S. M; NISHIJIMA, M. Introdução à economia: princípios e ferramentas. São Paulo: Pearson Education Prentice Hall, 2004.

TATSCH, A. L.; VOLPATO, S. M. B. “Como fazer uma pesquisa bibliográfica e organizar sua documentação”. In: BÊRNI, D. de A. (org.) Técnicas de Pesquisa em Economia – Transformando Curiosidade em Conhecimento. São Paulo: Saraiva, 2002.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)