DA PERFOMATIVIDADE À PRÁXIS: POR UM NOVO MODELO DE FORMAÇÃO DOCENTE

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Ana Paula Silveira
Giovanna Maria Recco Piccirilli
Giovana Nicoli de Oliveira Ferreira
Francisca Helena Gonçalves Vetorazo

Resumo

Este ensaio apresenta as discussões acerca da formação docente, inicial e continuidade, a partir da discussão das noções de perfomatividade e práxis. A formação performática atende a lógica imposta pela mundialização do capital e distancia a prática docente da necessária pedagogia da práxis, proposta por Paulo Freire. Para a construção desta reflexão a participação das estudantes do curso de Pedagogia da Universidade Federal de São Carlos foi fundamental quanto a problematização dos desafios enfrentados pelos futuros professores. A partir de uma revisão bibliográfica de estudos sobre formação docente, mundialização do capital e práticas pedagógicas, chegou-se à conclusão de que os cursos de licenciatura precisam ultrapassar os limites da formação performática para fortalecer a identidade docente, individual e coletiva, capacitando os profissionais para uma atuação crítica e dialógica, dentro e fora da escola.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SILVEIRA , A. P. .; PICCIRILLI, G. M. R. .; FERREIRA, G. N. de O. .; VETORAZO, F. H. G. . DA PERFOMATIVIDADE À PRÁXIS: POR UM NOVO MODELO DE FORMAÇÃO DOCENTE. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 6, n. 18, p. 26–34, 2021. DOI: 10.5281/zenodo.4883654. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/354. Acesso em: 9 dez. 2021.
Seção
Ensaios

Referências

BALL, Stephen. Educação Global S.A.: novas redes políticas e o imaginário neoliberal. Ponta Grossa: UEPG, 2014.

BALL, Stephen. “Performatividades e Fabricações na Economia Educacional: rumo a uma sociedade performativa”. Revista Educação e Realidade, vol. 35, n. 2, 2010.

BRASIL. Constituição Política do Império do Brasil. Rio de Janeiro: Senado, 1924. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br>. Acesso em: 17/04/2020.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado, 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br>. Acesso em: 17/04/2020.

BRASIL. Lei nº 11.274, 6 de fevereiro de 2006. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br>. Acesso em: 17/04/2020.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra. 1989.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra. 1996.

GADOTTI, Moacir. História das ideias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1993.

MANCEBO, D. “Agenda de Pesquisa e opções teórico-metodológicas nas investigações sobre trabalho docente”. Revista Educação e Sociedade, vol. 28, n. 99, 2007.

NÓVOA. António (org.). Vidas de professores. Porto: Porto Editora, 1995.

OLIVEIRA, Dalila. “A reestruturação do trabalho docente: precarização e flexibilização”. Educação e Sociedade, vol. 25, n. 89, 2004.

PICCIRILLI, Giovanna Maria Recco. “O que diz a Constituição Federal de 1988 sobre o dever do Estado e a Educação Infantil?” Blog O epílogo da vida [2020]. Disponível em: <http://epilogodavida.blogspot.com>. Acesso em: 14/12/2020.

ROMANELLI, Otaiza de Oliveira. História da educação no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2003.

SAVIANI, Demerval. “Formação de professores: aspectos históricos do problema no contexto brasileiro”. Revista Brasileira de Educação, vol. 14, n. 40, 2009.

SILVEIRA, Ana Paula; PEREIRA, Bárbara Jhose. “Programa nacional de alfabetização na idade certa: intenções nacionais ou internacionais?” In: Congresso Brasileirio de Educação. Bauru: UNESP, 2015.

SILVEIRA, Ana Paula; VETORAZO, Helena. “Massificação ou inclusão escolar? Algumas reflexões a partir da prática docente”. Revista Eletrônica da Educação, vol. 2, n. 2, 2019.

SENHORAS, Elói Martins. “Coronavírus e educação: análise dos impactos assimétricos”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 2, n. 5, 2020.

SHULMAN, Lee. S. Knowledge and teaching: foundations of the new reform. Cambridge: Harvard Educational Review, 1987.

TAGLIAVINI, João Virgílio; TAGLIAVINI, Maria Cristina Braga. Estrutura e funcionamento da educação básica: constituição, leis e diretrizes. São Carlos: Editora do Autor, 2020.

TANCREDI, Regina Puccinelli. Aprendizagem da docência e profissionalização: elementos de uma reflexão. São Carlos: EdUFSCar, 2009.

XAVIER, Maria Elizabete Sampaio Prado; RIBEIRO, Maria Luisa Santos; NORONHA, Olinda Maria. História da educação: a escola no Brasil. São Paulo: FTD, 1994.