PREVALÊNCIA DAS INTERNAÇÕES POR DOENÇAS DE NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA NO ESTADO DA PARAÍBA EM UM HOSPITAL DE REFERÊNCIA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Antonio Amaro Lima Araújo
Raphaele Cristina Aragão de Vasconcelos Lima
Emerson Pereira do Nascimento
Iracema Filgueira Leite
Débora de Souza Lucena

Resumo

As doenças de notificação compulsória representam um importante indicador de desenvolvimento dos serviços de saúde e condições de vida da população. O presente estudo tem como objetivo investigar a prevalência de internações por doenças de notificação compulsória em um hospital de referência no estado da Paraíba durante o ano de 2023. A pesquisa foi realizada utilizando dados do Hospital Universitário Alcides Carneiro, parte da rede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares. Os dados foram coletados a partir do Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Após o cálculo da prevalência, observou-se que as DNC representaram 5% do total de internações. Entre essas, o HIV foi responsável por 32,50% dos casos, seguido pela tuberculose com 22,50%, enquanto outras doenças somaram 45%. Os resultados indicam a necessidade de intensificação das ações de prevenção primária e secundária. Apesar da implantação da atenção básica e das campanhas de prevenção e tratamento promovidas pelo Ministério da Saúde, as DNC continuam sendo importante causa de internação, especialmente no caso do HIV e da tuberculose.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
ARAÚJO, A. A. L. .; LIMA, R. C. A. de V. .; NASCIMENTO, E. P. do .; LEITE, I. F.; LUCENA, D. de S. PREVALÊNCIA DAS INTERNAÇÕES POR DOENÇAS DE NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA NO ESTADO DA PARAÍBA EM UM HOSPITAL DE REFERÊNCIA. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 18, n. 54, p. 122–139, 2024. DOI: 10.5281/zenodo.12637453. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/4704. Acesso em: 14 jul. 2024.
Seção
Artigos

Referências

AGUIAR, F. C.; MENDES, V. L. P. S. “Comunicação organizacional e Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na gestão hospitalar”. Perspectivas em Ciência da Informação, vol. 21, n. 4, 2016.

BIRKMEYER, J. D. et al. “The impact of the COVID-19 pandemic on hospital admissions in the United States: study examines trends in US hospital admissions during the COVID-19 pandemic”. Health Affairs, vol. 39, n. 11, 2020

BRASIL. Portaria GMS/MS n. 217, de 1 de março de 2023. Brasília: Ministério da Saúde, 2023. Disponível em: . Acesso em: 27/04/2024.

BRASIL. Portaria n. 48, de 20 de janeiro de 2015. Brasília: Ministério da Saúde, 2015. Disponível em: . Acesso em: 27/04/2024.

CUCINOTTA, D. et al. “WHO declares COVID-19 a pandemic”. Acta Bio Medica: Atenei Parmensis, vol. 91, n. 1, 2020.

DIAS, N. L. C. et al. “Análise das internações e da mortalidade por doenças febris, infecciosas e parasitárias durante a pandemia da COVID-19 no Brasil”. InterAmerican Journal of Medicine and Health, vol. 4, 2021.

DUAILIBE, F. T. et al. “Contribuição dos Núcleos Hospitalares de Epidemiologia para as notificações compulsórias no Brasil”. Anais do 54° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Olinda: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 2018.

ESCOSTEGUY, C. C. et al. “Three decades of hospital epidemiology and the challenge of integrating Health Surveillance: reflections from a case study”. Ciencia e Saude Coletiva, vol. 22, 2017.

FEITOSA, S. D. M. et al. “Perfil epidemiológico dos casos de tuberculose no estado da Paraíba no período de 2010 a 2019”. Research, Society and Development, vol. 11, n. 8, 2022.

FONSECA, A. B. et al. “Diagnóstico tardio de HIV na terceira idade: uma análise de reportagens veiculadas na mídia”. Revista psicologia, Diversidade e Saúde, vol. 9, n. 1, 2020.

GUYO, A. G. et al. “Joint external evaluation of the international health regulations (2005) capacity in South Sudan: assessing the country’s capacity for health security”. The Pan African Medical Journal, vol. 42, n. 1, 2022.

KWAK, N. et al. “Effect of COVID-19 on tuberculosis notification, South Korea”. Emerging Infectious Diseases, vol. 26, n. 10, 2020.

LEANDRO, C. S. et al. “Redução da incidência de dengue no brasil em 2020: controle ou subnotificação de casos por covid-19?”. Research, Society and Development, vol. 9, n. 11, 2020.

LIMA, C. R. C. et al. “Núcleos hospitalares de vigilância epidemiológica no Brasil: uma revisão integrativa de literatura científica”. Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção, vol. 9, n. 2, 2019.

NARAIN, J. P. et al. “Health system response to COVID-19 and future pandemics”. Journal of Health Management, vol. 22, n. 2, 2020.

OLIVEIRA, E. V.; MARTINS, W. “Principais fatores do crescimento de HIV na terceira idade”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 6, n. 17, 2021.

OMS - Organização Mundial Da Saúde. Regulamento Sanitário Internacional. Genebra: OMS, 2023. Disponível em: . Acesso em: 02/01/2024.

PARAÍBA. Boletim Epidemiológico HIV/AIDS: Cenário Epidmeiológico no estado da Paraíba. João Pessoa: Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba, 2023. Disponível em: . Acesso em: 23/02/2024.

PAZ, W. S. et al. “Impact of the COVID-19 pandemic on the diagnosis of leprosy in Brazil: An ecological and population-based study”. Lancet Reg Health, vol. 9, 2022.

PERERA, R. et al. “Malaria control, elimination, and prevention as components of health security: a review”. The American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, vol. 107, n. 4, 2022.

ROQUAYROL, LMZ. Epidemiologia e Saúde. São Paulo: Medboock, 2018.

SALLAS, J. et al. “Decréscimo nas notificações compulsórias registradas pela Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica Hospitalar do Brasil durante a pandemia da COVID-19: um estudo descritivo, 2017-2020”. Epidemiologia e Serviços de Saúde, vol. 31, 2022.

SEGURA, O. “Epidemiología social y economía política: la UCI como punto de encuentro”. Iatreia, vol. 29, n. 4, 2016.

SILVA, G. A. B. et al. “Healthcare system capacity of the municipalities in the State of Rio de Janeiro: infrastructure to confront COVID-19”. Revista Brasileira de Administração Pública, vol. 54, n. 4, 2020.

STEFFEN, R. et al. “Travel restrictions and lockdown during the COVID-19 pandemic—impact on notified infectious diseases in Switzerland”. Journal of Travel Medicine, vol. 27, n. 8, 2020.

WHO - World Health Organization. Director-General’s opening remarks at the media briefing on Covid-19. Geneva: World Health Organization, 2020. Available in: . Acesso em: 11/03/2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)