FATORES MOTIVACIONAIS QUE LEVAM À PRÁTICA DA MUSCULAÇÃO

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Luiz Cezar Lima Junior
Luiz Geraldo Gama Santos

Resumo

A rotina diária e as suas comodidades acabam levando ao sedentarismo, no entanto, as academias de musculação por meio de exercícios supervisionados, fornecem possibilidades para manter-se ativo. Um assunto que tem despertado bastante a curiosidade dos pesquisadores é a motivação na prática de exercícios físicos. O exercício físico regular é muito importante para todas as pessoas e de qualquer idade, podendo contribuir para a melhoria da saúde proporcionando aos indivíduos um estilo de vida mais saudável. Realizar uma revisão de literatura para identificar os fatores motivacionais que levam a prática de musculação em academias, identificar os motivos da permanência na prática da musculação, tratar da relação entre motivação e treinamento resistido e identificar os motivos de desistência na prática da musculação. Trata-se de uma revisão bibliográfica de literatura onde realizou a busca pelo Google Acadêmico, Medline, BVS, Lilacs, Scielo, Pubmed, utilizando como descritores: Musculação, aspectos motivacionais, academia, motivação intrínseca e motivação extrínseca. Priorizando publicações em português, inglês e espanhol, entre os anos de 2015 a 2021.  Nos 9 artigos achados os principais fatores para a adesão à musculação, a motivação: Saúde, estética, condicionamento físico, socialização, para a desistência os fatores foram: preguiça e desânimo, ou falta de tempo. Percebe-se que a motivação é um fenômeno ainda complexo, e que deve ser entendido como um processo, já que manter indivíduos ativos fisicamente de maneira regular tem se tornado um dos grandes desafios.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
LIMA JUNIOR, L. C. .; SANTOS, L. G. G. . FATORES MOTIVACIONAIS QUE LEVAM À PRÁTICA DA MUSCULAÇÃO. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 30, n. 10, p. 42–56, 2022. DOI: 10.5281/zenodo.6547404. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/614. Acesso em: 7 jul. 2022.
Seção
Artigos

Referências

ALLENDORF, D. B.; VOSER, R. C. “Aspectos motivacionais que levam pessoas de idade adulta entre 20 e 25 anos à academia”. EF Desportes.com, ano 17, n. 170, 2012.

ALMEIDA, M. A.B.; PINHEIRO, R. “Análise da satisfação do cliente de uma academia de ginástica”. EF Desportes.com, ano 16, n. 163, 2011.

AMORIM, D. P. Motivação a prática de musculação por adultos jovens do sexo masculino na faixa etária de 18 a 30 anos (Trabalho de Conclusão de Curso em Educação Física). Porto Alegre: UFRGS, 2010.

ARAÚJO, A. P. Fatores motivacionais para a prática da ginástica aeróbica em academia (Trabalho de Conclusão de Curso em Educação Física). João Pessoa: UFPB, 2017.

ARAUJO, D. M. Motivos de adesão e aderência em praticantes de musculação em um clube desportivo e social de Florianópolis- SC (Trabalho de Conclusão de Curso em Educação Física). Florianópolis: UFSC, 2019.

BORGES, M. A. O.; SIMÕES. G; OLIVEIRA, M. L. A. “Fatores Motivacionais Para a Prática de Musculação”. Brazilian Journal of Development, vol. 7, n. 5, 2021.

BRUGNARA, T. P.; MELLO, J. B. “Perfil dos frequentadores de academia do município de Ivorá-RS”. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, vol. 10, n. 60, 2016.

DOMENICO, L.; SCHULTZ, G. R. “Motivação em idosos praticantes de musculação”. EF Desportes.com, ano 13, n. 130, 2009.

FLÔRES, M. F. “Análise da estrutura das academias de Santa Maria, RS”. EF Desportes.com, ano 16, n. 158, 2011.

FRAINER J. Motivos de adesão à prática de atividades físicas e esportivas no Brasil. (Dissertação de Mestrado em Psicologia). Florianópolis: UFSC, 2017.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Editora Atlas, 2010.

HELENA, L. “Corporeidade. O que é isso?”. Portal Eletrônico Olá Pais [27/06/2016]. Disponível em: <http://www.olapais.com.br>. Acesso em: 25/09/2019.

LIMA JÚNIOR, L. C. “Alimentação Saudável e Exercícios Físicos em Meio a Pandemia da COVID-19”. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 3, n. 9, 2020.

LIZ, C. M. “Aspectos Motivacionais para a prática de exercícios resistida em academias”. Educação Física em Revista, vol. 7, n. 1, 2015.

LIZ, C. M; ANDRADE, A. “Análise qualitativa dos motivos de adesão e desistência da musculação em academias”. Revista Brasileira Ciências do Esporte, vol. 38, n. 3, 2016.

MEADOWS, M. “Como desenvolver a autodisciplina para se exercitar: resista a tentações e alcance suas metas de longo prazo”. S. L.: Createspace Independent Publishing Platform, 2017.

MOUTÃO, J. “Relação entre o gênero, idade, tipo de atividade física praticada e bem-estar psicológico”. Revista UIIPS, vol. 2, julho 2014.

PALHARES, T. Bem-estar mental e emocional na atualidade: Saúde além do corpo. Rio de Janeiro: Conquista, 2019.

PEREIRA, C. I. Motivação à prática de atividades físicas em academias (Trabalho de Conclusão de Curso em Educação Física). Santa Cruz do Sul: UNISC, 2015.

PINTO, M. E. A; CAMACHO, N. T. “Fatores que motivam mulheres à prática de ginástica de academia”. Revista Ciência da Amazônia, vol. 3, n. 2, 2018.

PRADO, R. O. Lesões em esportes de contato no curso de Educação Física da Universidade Federal de Santa Catarina (Trabalho de Conclusão de Curso em Educação Física). Florianópolis: UFSC, 2013.

RODRIGUES, A. L. P.; SANTOS, R. V. “Aspectos motivacionais para a prática de musculação entre jovens de 18 a 25 anos no município de Fortaleza – CE”. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, vol. 10, n. 58, 2016.

ROMERO, B. F; CASTANHO. G. K. F; CHIMINAZZO. J. G. “Motivação e atividade física: os projetos de extensão na universidade”. Pensar a Prática, vol. 20, n. 1, 2017.

SANTOS, F. C. “Motivação a prática de atividades físicas: um estudo com praticantes de musculação”. Revista Científica FAGOC-Multidisciplinar, vol. 3, n. 1, 2018.

SCHUTZ, J. C. Aspectos motivacionais para a prática de musculação em uma academia (Trabalho de Conclusão de Curso em Educação Física). Palhoça: UNISUL, 2019.

SENFFT, M. D.; FARIA JUNIOR, A.; DEVIDE, F.; PÁVEL, R. Motivos para a prática da natação Master sob a ótica do modelo de motivação para a prática desportiva de física e envelhecimento humano. Rio de Janeiro: H. P. R. Comunicação, 2015.

SILVA, C. A. A.; TOLENTINO, G. P.; VIDAL, S. E.; SIQUEIRA, G. D. J.; SILVA, I. O; PEREIRA, L. C. G. “Motivação à prática de musculação em adultos jovens de 18 a 25 anos”. Coleção Pesquisa em Educação Física, vol. 15, n. 1, 2016.

SILVA, T. C.; FREIRE. G. L; MORAIS. O. S. G. “Motivação, bem-estar e autoestima de praticantes de diferentes modalidades de exercícios físicos”. Saúde e Pesquisa, vol. 12, n. 2, 2019.

STONE, R. F. “Fatores motivacionais para a prática de atividades de academia: um estudo com pessoas na vida adulta intermediária e terceira idade”. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, vol. 12. n. 78, 2018.

TAVARES JUNIOR, A. C. T; PLANCHE, T. C. “Motivos de Adesão de Mulheres à Prática de Exercícios Físicos em Academias”. Revista Equilíbrio Corporal Saúde, vol. 8, n. 1, 2016.

VENDITTI JUNIOR, R. Aspectos Motivacionais em praticantes de Musculação (Trabalho de Conclusão de Curso em Educação Física). Rio Claro: UNESP, São Paulo. 2016.

WHO – World Health Organization. Global Health Estimates: Deaths by Cause, Age, Sex, by Country and by Region, 2000–2016. Geneva: World Health Organization, 2018.