AS AÇÕES E RELAÇÕES PEDAGÓGICAS NO CONTEXTO DA PANDEMIA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Telma Silva Santana Lopes
Maristela Rossato

Resumo

Este estudo tem por objetivo analisar as ações e relações pedagógicas no contexto do Ensino Remoto Emergencial durante a pandemia da COVID-19. A pesquisa foi desenvolvida em uma escola pública do Distrito Federal, ao longo de oito meses, no ano de 2020. A fundamentação teórica utilizada foi a Teoria da Subjetividade de Fernando González Rey, em uma perspectiva cultural-histórica. A pesquisa realizada foi de natureza qualitativa e a Epistemologia Qualitativa, que se expressa na Metodologia Construtivo-Interpretativa orientou o percurso investigativo. Foram utilizados como instrumentos para produção das informações as dinâmicas conversacionais, as observações participantes, o diário reflexivo e diálogos em momentos informais, que possibilitaram a livre expressão dos participantes da pesquisa: gestores, professores e servidores da escola. Os resultados mostraram que as ações e relações pedagógicas, embora irrigadas e conduzidas pelo afeto, estavam perpassadas pelo medo diante das incertezas e inseguranças quanto ao adoecimento, constituindo-se como impeditivas no desenvolvimento de um trabalho coletivo. Concluímos que os atores escolares, nas ações e relações cotidianas, produzem sentidos subjetivos que se interrelacionam entre si e com a instituição e podem abrir vias alternativas nos desafios cotidianos, corroborando a dimensão subjetiva que também integra a educação.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
LOPES, T. S. S. .; ROSSATO, M. . AS AÇÕES E RELAÇÕES PEDAGÓGICAS NO CONTEXTO DA PANDEMIA. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 16, n. 46, p. 598–617, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.10056237. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/2415. Acesso em: 24 fev. 2024.
Seção
Ensaios

Referências

ABDI, N. M. et al. “Práticas humanizadoras em comunidades de aprendizado online durante pandemias nos EUA”, Journal of Professional Capital and Community, vol. 5, 2020.

AINA, A. Y.; OGEGBO, A. A. “Investigando as experiências de educadores universitários de TVET durante a transição da sala de aula tradicional para a sala de aula virtual durante a pandemia de COVID-19”. Perspectives in Education, vol. 40, 2022.

ANNAMALAI, N. et al. “Online flipped classroom in English language grammar learning during the COVID-19 pandemic”. Journal of Educators and Education, vol. 36, n. 2, 2021.

ARAÚJO, N. M. S.; SOUSA, K. F. “Quizizz nas aulas de inglês como l2: uma breve análise”. Ilha do Desterro, vol. 74, n. 3, 2021.

BELTRÁN-FLANDOLI, A. M. et al. “YouTube como uma sala de aula cibernética. Revisão Crítica de seu Uso Pedagógico na Universidade Ibero-Americana”. Revista Iberoamericana de Educacion a Distância, vol. 12, 2023.

BOLTZ, L. O. et al. “Transição para o aprendizado remoto: Lições de apoio a professores do ensino fundamental e médio por meio de um MOOC”. British Journal of Educational Technology, vol. 52, 2021.

CAMACHO SOTO, D. F. et al. “Liderazgo y gestión docente durante la pandemia: una visión desde la educación superior”. Revista Venezolana De Gerencia, vol. 27, 2022.

CÁRDENAS, D. L.; HERNÁNDEZ, N. J.; GARCÍA-DÍAZ, J. J. “Transformações da prática pedagógica durante a pandemia de COVID-19: percepções de gestores e professores da educação infantil (em formação)”. Formación universitária, vol. 15, n. 2, 2022.

CASTILLO RAMOS, N. E.; ALEGRE JARA, M. E. “Percepção do professor sobre o trabalho pedagógico remoto durante a pandemia COVID-19: El caso del distrito de Nuevo Chimbote -Perú”. Revista Internacional de Humanidades, vol. 18, n. 1, 2023.

CASTRO, P.; GÓMEZ, P.; MESA, V. “Práticas do professor de matemática no meio rural durante o confinamento”. Revista Colombiana de Educação, n. 87, 2023.

DORFSMAN, M.; HORENCZYK, G. “Experienced, Enthusiastic and Cautious: Pedagogy Profiles in Emergency and Post-Emergency”. Education Sciences, vol. 12, 2022.

DUROISIN, N. et al. “Education and digital inequalities during COVID-19 confinement: From the perspective of teachers in the French speaking Community of Belgium”. Jornal Europeu de Educação, vol. 56, n. 4, 2021.

EADY, M. J. et al. “Shifting the Delivery but Keeping the Focus: A Reflection on Ensuring Quality Teacher Preparation during a Pandemic”. Education Sciences, vol. 11, 2021.

EVANGELISTA SILVA, S. et al. “How to structure a knowledge-sharing process based on different configurations of time and space dimensions: a digital literacy perspective: a digital literacy perspective”. Revista Conhecimento Online, vol. 2, 2022.

FERREIRA, L. S. “Trabalho Pedagógico na Escola: do que se fala?”. Educação e Realidade, vol. 43, n. 2, 2018.

FRANCO, J. A. B. et al. “Digital transformation in school management: the legacy that strategic actions in the 2020s leave for future pandemics”. Gestão e Produção, vol. 29, 2022

GONZÁLEZ REY, F. L Pesquisa qualitativa e subjetividade: os processos de construção da informação. São Paulo: Editora Pioneira Thomson Learning, 2005.

GONZÁLEZ REY, F. L Subjetividade, Complexidade e Pesquisa em Psicologia. São Paulo: Editora Pioneira Thomson Learning, 2005.

GONZÁLEZ REY, F. L. “A epistemologia qualitativa vinte anos depois”. In: MITJÁNS MARTÍNEZ, A. et al. (orgs.). Epistemologia qualitativa e Teoria da Subjetividade: discussões sobre educação e saúde. Uberlândia; Editora da UFU, 2019.

GONZÁLEZ REY, F. L. O social na psicologia e a psicologia no social: a emergência do sujeito. Petrópolis: Editora Vozes, 2012.

GONZÁLEZ REY, F. L. Pesquisa Qualitativa em Psicologia: caminhos e desafios. São Paulo: Editora pioneira Thomson Learning, 2002.

GONZÁLEZ REY, F. L.; MITJÁNS MARTINEZ, A. Subjetividade: teoria, epistemologia e método. Campinas: Editora Alínea, 2017.

GONZÁLEZ-CALVO, G. et al. “O ensino (virtual) da Educação Física em tempos de pandemia”. European Physical Education Review, vol. 28, n. 1, 2022.

HENRIQUES, S.; CORREIA, J. D.; DIAS-TRINDADE, S. “Portuguese Primary and Secondary Education in Times of COVID-19 Pandemic: An Exploratory Study on Teacher Training and Challenges”. Education Sciences, vol. 12, n. 542, 2021.

HUARSAYA, N. G. et al. “Perspectivas de uso del aplicativo fraction strips en la enseñanza de fracciones”. International Visual Culture Review, vol. 13, 2023.

IBÁÑEZ, E. T. et al. “Creencias y actitudes de docentes chilenos y españoles al enseñar escritura en la pandemia: un estudio contrastivo”. Educação E Pesquisa, vol. 48, 2022.

MADSEN, S. S.; HABBESTAD, H.; BORCH, I. H. “Valuable unintended learning outcomes when internship for student teachers in kindergartens is carried out online”. Educação e Tecnologias da Informação, vol. 28, 2022.

MAROLLA GAJARDO, J. et al. “Enseñar historia en tiempos de pandemia: un estudio de caso en una escuela chilena”. Revista Española de Educación Comparada, n. 38, 2021.

MATEUS, J. C.; ANDRADA, P. “Docentes frente al covid-19: cambios percibidos en Chile y Perú. Magis”. Revista Internacional de Investigación en Educación, vol. 14, 2021.

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. C. P.; GALVÃO, C. M. “Revisão Integrativa: Método de Pesquisa para a Incorporação de Evidências na Saúde e na Enfermagem”. Texto Contexto Enfermagem, vol. 17, n. 4, 2008.

MORENO GARAY, F. O. et al. “Estrategias pedagógicas en entornos virtuales de aprendizaje en tiempos de pandemia por Covid-19”. Revista de Ciencias Sociales, vol. 27, n. 4, 2021.

MUHALIM, M. “Prevendo o ensino de inglês online na Indonésia: um relato auto etnográfico digital”. O Relatório Qualitativo, vol. 28, n. 3, 2023.

PINO-YANCOVIC, M. et al. “Colaborando dentro e fora da escola: juntos superando os desafios do COVID-19 no Chile”. Journal of Professional Capital e Comunidade , vol. 7 n. 4, 2022.

PINTO-SANTOS, A. R. et al. “Formação e Inovação educacional: Uma Perspectiva Avaliativa da Competência Docente Digital”. Jornal Internacional de Tecnologias Emergentes em Aprendizagem, vol. 17, n. 7, 2022.

PORTER, K. et al. “Teachers’ emotions in the time of COVID: Thematic analysis of interview data reveals drivers of professional agency”. Frontiers in Psychology, vol. 13, 2022.

QADAN, E.; CHALEILA, W. A. “Teachers’ Perceptions of Their Goals: Toward Pro-SEL Pedagogy”. Sustainability, vol. 14, 2022.

RAMDANI, J. M. et al. “Exploratory Practice as a Professional Development Strategy for English-Language Teachers in Indonesia”. RELC Journal, vol. 54, n. 2, 2023.

RAMOS, D. K. et al. “Síndrome de Burnout em diferentes níveis de ensino durante a pandemia de covid-19 no Brasil”. BMC Public Health, vol. 23, n. 235, 2023.

RODRIGUES, A. L.; GARCIA, D. A. “Métodos Instrucionais e Aprendizagem Híbrida na Formação Inicial de Professores—Estudos de Caso em Portugal e Espanha”. Jornal de Teoria e Prática do Ensino Superior, vol. 22, n. 3, 2022.

SANZ PONCE, R.; LÓPEZ-LUJÁN E. “Aprendizajes educativos tras la pandemia COVID-19. ¿Qué papel debe jugar la escuela en el nuevo escenario mundial?”. Revista Complutense de Educación, vol. 33, 2022.

SCHLAM SALMAN, J.; INBAR-LOURIE, O. “Explorando as crenças dos professores de inglês sobre a preparação para o futuro: Desenvolvendo práticas pedagógicas para o século XXI”. Pesquisa em Ensino de Línguas, 2023.

SEEDF - Secretaria de Estado e Educação do Distrito Federal. Caderno gestão pedagógica. Brasília: Subsecretaria de Educação, 2022. Disponível em: . Acesso em: 23/09/2023.

SEVILLA-PAVÓN, A.; FINARDI, K. R. “Pandemic Language Teaching: Insights from Brazilian and International Teachers on the Pivot to Emergency Remote Instruction”. Journal of Language and Education, vol. 7, n. 4, 2021.

SILVA, S. et al. “Teachers’ Perceptions of Remote Learning during the Pandemic: A Case Study”. Education Sciences, vol 12, n. 698, 2022.

SOMMERHALDER, A.; POTT, E. T. B.; ROCCA, C. L. “A educação infantil em tempo de SARS-CoV-2: a (re)organização dos fazeres docentes”. Educação e Pesquisa, vol. 48, 2022.

TADIELO, A. L. et al. “Physiology faculty and student contributions to schoolteacher training in neuroscience: innovations during the COVID-19 pandemic”. Advances in Physiology Education, vol. 46, n. 4, 2022.

TORRATO, J. B. et al. “Using Web Video Conferencing to Conduct a Program as a Proposed Model toward Teacher Leadership and Academic Vitality in the Philippines”. Education Sciences, vol. 11, n. 658, 2021.

VOSS, D. M. S. “Espelhos quebrados: imagem de uma docência auto empreendedora”. Currículo sem Fronteiras, vol. 21, n. 3, 2021.

WOLAK, M.; KIM, M. S. “Um estudo de caso de professores virtuais de jardim de infância em salas de aula aprimoradas por tecnologia”, International Journal of Information and Education Technology, vol. 13, n. 1, 2022

ZHAO, G. et al. “Teacher Entrepreneurship, Co-Creation Strategy, and Medical Student Entrepreneurship for Sustainability: Evidence from China”. Sustainability, vol. 14, n. 12711, 2022.