POLÍTICAS DE RESÍDUOS SÓLIDOS E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM ESTUDO DE CASO NA ESCOLA ODETE MACIEL FIRMO

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Maria Adriana Farias Rodrigues
Rebeca Noemi de Oliveira Bezerra

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo discutir as problemáticas circunscritas na política de Resíduos Sólidos e a existência ou inexistência do debate sobre Educação Ambiental na Escola Centro Educacional Odete Maciel Firmo, localizada na cidade de Camalaú–PB, na região do cariri. A pesquisa é de ordenamento qualitativo, utilizando como primeira técnica o levantamento bibliográfico, a segunda transcorreu mediante o uso de entrevistas estruturadas via Google formulário no ano de 2019, além de contar com pesquisa etnográfica no ambiente escolar, entre os meses de Junho e Setembro de 2019. Os resultados apontaram uma incipiente política de Resíduos Sólidos e a inexistência de programas educacionais direcionados a temática ambiental na rede municipal de ensino da cidade de Camalaú-PB.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
RODRIGUES, M. A. F. .; BEZERRA, R. N. de O. . POLÍTICAS DE RESÍDUOS SÓLIDOS E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM ESTUDO DE CASO NA ESCOLA ODETE MACIEL FIRMO. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 5, n. 13, p. 116–132, 2020. DOI: 10.5281/zenodo.4315160. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/11. Acesso em: 8 ago. 2022.
Seção
Artigos

Referências

ABÍLIO, F. J. P.; FLORENTINO, H. S.; RUFFO, T. L. M. “Educação Ambiental no Bioma Caatinga: formação continuada de professores de escolas públicas de São João do Cariri, Paraíba”. Pesquisa em Educação Ambiental, vol. 5, n. 1, setembro, 2010.

BARBIERI, J. C.; SILVA, D.; “Desenvolvimento sustentável e educação ambiental: uma trajetória comum com muitos desafios”. Revista de Administração Mackenzie (Online), vol. 12, n. 3, junho, 2011.

BRASIL. Constituição Federal da República Federativa do Brasil. Disponível em: . Acesso em: 08/12/2020.

BRASIL. Lei n. 12.305, de 2 de agosto de 2010. Disponível em: . Acesso em: 08/12/2020.

CAMALAU NOTÍCIAS. “Fim do lixão em camalaú, e aquisição de caminhão compactador”. Camalau Notícias [2020]. Camalaú. Disponível em: <https://www.CamalauNoticias> Acesso em: 06/11/2020.

DIÁRIO DE PERNAMBUCO. “Enquanto humanos se escondem, a natureza se revela durante a pandemia”. Diário de Pernambuco [04/04/2020]. Disponível em: <https://www.diariodepernambuco.com.br>. Acesso em: 25/06/2020.

FIGUEIREDO, V. S.; SOARES, A. M. “Diagnóstico dos resíduos sólidos urbanos e proposta para recuperação das áreas degradadas do município de Centralina – MG”. Anais do 9º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos. Porto Alegre: Instituto Venturi, 2018.

GALDINO, S. J.; CARVALHO, M. M. F. “Percepção Ambiental Quanto ao Gerenciamento de Resíduos Sólidos Domiciliares: estudo de caso da cidade de Mamborê, Paraná”. Revista InterEspaço, vol. 5, n. 17, maio, 2019.

GATTI, B. Grupo Focal na Pesquisa em Ciências Sociais e Humanas. Brasília: LiberLivro, 2012.

GIL, A. C. Metodologia do ensino superior. São Paulo: Editora Atlas, 2011.

GREENWINGS. “Totens”. Portal Eletrônico Greenwings [2020]. Disponível em: <http://greenwins.com.br/pt/a-ideia>. Acesso em: 25/06/2020.

GRISA, D. C.; CAPANEMA, L. “Resíduos Sólidos Urbanos”. Visão 2035: Brasil, País Desenvolvido, Agendas Setoriais para o Desenvolvimento: Brasília: BNDES, 2017.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. “Panorama da Paraíba”. Portal Eletrônico do IBGE Cidades [2010]. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br> Acesso em: 06/08/2020.

JACOBI, P. R.; “Educação Ambiental: O desafio da construção de um pensamento crítico, complexo e reflexivo”. Revista Educação e Pesquisa, vol.3, n.2, maio, 2005.

MELO, M. B. A. Avaliação comparativa dos parâmetros físico-químicos das regiões contempladas e não contempladas pela transposição do Rio São Francisco no Cariri Ocidental Paraibano (Trabalho de Conclusão de Curso em Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos). Sumé: UFCG, 201.

NASCIMENTO, F. L.; SENHORAS, E. M. “Produção mais limpa, logística reversa e consórcios públicos intermunicipais na gestão de resíduos sólidos em Roraima”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 1, n. 1, 2019.

PALÁCIO, F. M. L. et al. “Construção de índice da qualidade de aterros de resíduos através da avaliação de impacto ambiental”. Anais 9º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos. Porto Alegre: Instituto Venturi, 2018.

PEREIRA, I. C.; GIACOMONI, M.; SOUZA, F. B. “Reaproveitamento de lodo de esgoto sanitário como adsorventes de baixo custo para remoção de corante”. Anais do 8º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos. Curitiba: UFPR, 2017.

PIMENTA, S. S.; COSTA, D. D.; SILVA, E. R. A. C.; AROUCHE-LIMA, I. M. “Análise da gestão e gerenciamento de resíduos sólidos urbanos em Alcântara (Maranhão - Brasil)”. Revista Meio Ambiente (Brasil), vol. 2, n. 1, 2020.

RIKILS, V. S. S.; SENHORAS, E. M.; BARELLA, L. A. Resíduos Sólidos no Sul do Estado de Roraima. Boa Vista: EdUFRR, 2016.

SANTOS, A. S.; MEDEIROS, N. M. “Percepção e conscientização ambiental sobre resíduos sólidos no ambiente escolar: respeitando os 5R’s”. Geografia: Ensino & Pesquisa, vol. 23, n. 8, 2019.

SCHOTT FILHO, O. et al. “Projeto Estiva: uma iniciativa de gestão de resíduos sólidos urbanos em comunidades de baixa renda”. Revista ELO - Diálogos em Extensão, vol. 6, n. 3, dezembro, 2017.

SCORALICK, L. V.; COSTA, D. M.; COSTA, D. V. “Logística Reversa de Resíduos Sólidos: o impacto ambiental e a oportunidade econômica”. Revista A Barriguda, vol. 7, n. 2, maio, 2017.

SILVA, E. C. S.; SOUZA, N. M.; PEREIRA, Z. P. “Avaliação e impacto de resíduos sólidos nas redes de águas pluviais urbanas de Brasília, Distrito Federal, Brasil”. Anais do 8º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos. Curitiba: UFPR, 2017.

SIOMATO, A. L.; GALLO, K. C. “Aplicação de Modelagem no Crescimento Populacional Brasileiro”. Unifafibe, 2016.

SOUZA, L. L.; SILVA, S. S.; SOUZA, E. L. “Um Caminho Melhor para os Resíduos Sólidos: levando a educação ambiental para as escolas públicas de Tefé (Amazonas)”. Extensão em Revista, vol. 1, n. 1, dezembro, 2016.

SORRENTINO, M. RACHEL, T. MENDONÇA, P. JUNIOR, A. F. “Educação Ambiental como política pública”. Educação e Pesquisa, vol. 31, n. 2, maio, 2005.

YOSHIDA, Y. M. R.; BOSCO, T. C. D.; XAVIER, M. F. C. “Caracterização física de resíduos sólidos gerados em ambiente escolar e eficiência de estratégias de sensibilização na qualidade da segregação na fonte”. Anais do 8º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos. Curitiba: UFPR, 2017.