COLABORAÇÃO INDÚSTRIA-ACADEMIA: DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE CONTROLE E MONITORAMENTO NA INDÚSTRIA DE CONFECÇÃO

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Julio Cesar Nardi
Igor Carlos Pulini
Victório Albani de Carvalho
Alextian Bartholomeu Liberato
Thiago Chieppe Saquetto

Resumo

Segundo a literatura, uma das maneiras de promover inovações na indústria é por meio de colaboração com a academia. Diante disso, este trabalho buscou analisar e evidenciar os resultados obtidos a partir de uma colaboração do tipo indústria-academia (CIA, ou university-industry collaboration) entre uma lavanderia têxtil de jeans e uma instituição brasileira de educação, ciência e tecnologia. Tal colaboração se deu no âmbito de um projeto de extensão universitária, que objetivou desenvolver e implantar um sistema de controle e monitoramento da produção visando aprimorar a previsão de entregas da indústria aos seus clientes. Para tal, optou-se pelo desenvolvimento de uma pesquisa de natureza qualitativa, com finalidade exploratória, descritiva e explicativa. Com relação aos meios de pesquisa, optou-se pelo desenvolvimento de um Estudo de Caso, cujos métodos de coleta e análise dos dados se deram por meio do levantamento de dados bibliográficos, documentais e post mortem, ao refletir sobre os procedimentos adotados na transferência/implantação do produto na indústria. Assim, esta pesquisa se destaca pelas seguintes contribuições: (i) descrição do processo de formalização do acordo de cooperação firmado; (ii) descrição do processo de desenvolvimento do sistema de software aplicando Metodologias Ágeis; (iii) apresentação do sistema desenvolvido; (iv) descrição da atividade de implantação do sistema e dos aspectos de transferência de tecnologia e de conhecimento; e (v) discussão dos benefícios obtidos por cada parceiro envolvido na iniciativa. A partir dos achados desta pesquisa, destaca-se a colaboração indústria-academia como um importante instrumento para o fortalecimento da indústria nacional, com inúmeros benefícios a todos os entes envolvidos. Por fim, a pesquisa aponta como propostas para trabalhos futuros a necessidade de aprofundar no entendimento e na proposição de modelos de colaboração indústria-academia que deem conta, em especial, de atividades de pós-implantação da tecnologia desenvolvida.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
NARDI, J. C.; PULINI, I. C.; CARVALHO, V. A. de; LIBERATO, A. B.; SAQUETTO, T. C. COLABORAÇÃO INDÚSTRIA-ACADEMIA: DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE CONTROLE E MONITORAMENTO NA INDÚSTRIA DE CONFECÇÃO. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 16, n. 46, p. 618–643, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.10056266. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/2408. Acesso em: 21 fev. 2024.
Seção
Artigos

Referências

AGILE MANIFESTO. “Manifesto for Agile Software Development”. Manifesto for Agile Software Development [2001]. Disponível em: . Acesso em: 09/07/2023.

AHMED, F. et al. “Strengthening the Bridge Between Academic and the Industry Through the Academia-Industry Collaboration Plan Design Model”. Frontiers in Psychology, vol. 13, n. 1, 2022.

ANGRISANI, M. et al. “From ecosystem to community. Combining entrepreneurship and university engagement in an open innovation perspective”. International Journal of Technology Management, vol. 88, n. 1, 2022.

BARBOSA, J. G. P. et al. “A influência da inovação tecnológica e organizacional no crescimento de empresas brasileiras”. Brazilian Journal of Management and Innovation, vol. 10, n. 1, 2022.

BERCOVITZ, J; FELDMANN, M. “Entrepreneurial universities and technology transfer: a conceptual framework for understanding knowledge-based economic development”. Journal of Technology Transfer, vol. 31, n. 1, 2006.

BOYD, R.; HOLTON, R.J. “Tecnologia, inovação, emprego e poder: a robótica e a inteligência artificial realmente significam transformação social?” Journal of Sociology, vol. 54, n. 3, 2018.

DATA SEBRAE. “Ambiente de Negócios no ES”. DataSebrae [2023]. Disponível em: . Acesso em: 18/05/2023.

FERLINI, N. P.; BAMBIRRA, A. P. F.; MACEDO, Y. M. “As Possibilidades De Acesso A Medicina De Qualidade Por Meio Da Tecnologia”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 13, n. 37, 2023.

GIL, A. C. et al. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Editora Atlas, 2002.

GUEDES, T. A.; SILVA, F. S. “Gestão de Saúde Pública no Brasil à luz da teoria da burocracia: escassez de médicos especialistas e desigualdade regional de acesso”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 13, n. 37, 2023.

INOVA COLATINA. “Inova Colatina”. Inova Colatina: Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação [2023]. Disponível em: . Acesso em: 18/05/2023.

KHAN, M. M. et al. “Leading the innovation: role of trust and job crafting as sequential mediators relating servant leadership and innovative work behavior”. European Journal of Innovation Management, vol. 24, n. 5, 2021.

LYER, T. “Role of industry-academia interface for filling the skill gap”. Clear International Journal Research Commerce and Management. vol. 5. n. 3, 2014.

MARIJAN, D.; GOTILIEB, A. “Industry-Academia Research Collaboration in Software Engineering: The Certus Model”. Information and Software Technology, vol. 132, n. 1, 2021.

MARTINS, L. et al. “Interação entre Academia e Indústria no Processo de Desenvolvimento de Jogos: Percepções e Lições Aprendidas”. Anais do Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021.

MASSARO, M. et al. “Industry 4.0 and circular economy: An exploratory analysis of academic and practitioners’ perspectives”. Business Strategy and the Environment, vol. 30, n. 2, 2020.

MELLO, L. E. A. M.; SEPÚLVEDA, E. S. “Interação academia-indústria. Relato da experiência da Vale”. Estudos Avançados, vol. 31, n. 90, 2017.

MELO, A. F.; ROCHA, G. S. “A prestação de contas dos projetos de extensão nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e suas contribuições para consecução dos objetivos da Educação Profissional e Tecnológica”. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, vol. 1, n. 23, 2023.

ROSA, R. A.; FREGA, J. R. “Intervenientes do processo de transferência tecnológica em uma universidade pública”. Revista de Administração Contemporânea, vol. 21, n. 4, 2017.

RYBNICEK, R.; KÖNIGSGRUBER, R. “What makes industry–university collaboration succeed? A systematic review of the literature”. Journal of Business Economics, vol. 89, 2019.

SCHWABER, K.; SUTHERLAND, J. “O Guia do Scrum: Um Guia Definitivo para o Scrum: As Regras do Jogo”. Scrum [2020]. Disponível em: . Acesso em: 18/05/2023.

SETUR - - Secretaria de Estado do Turismo. “Colatina é oficialmente a capital do Polo de Confecções do Estado”. SETUR [2012]. Disponível em: . Acesso em: 18/05/2023.

SJÖÖ, K.; HELLSTRÖM, T. “University–industry collaboration: A literature review and synthesis”. Industry and Higher Education, vol. 33, n. 4, 2019.

SKUTE, I. et al. “Mapping the field: a bibliometric analysis of the literature on university–industry collaborations”. Journal of Technology Transfer, vol. 33, n. 4, 2019.

SUETH, J. C. R. S. et al. A trajetória de 100 anos dos eternos titãs: da Escola de Aprendizes Artífices ao Instituto Federal. Vitória: Editora do IFES, 2009.

TSENG, F. et al. “Factors of university–industry collaboration affecting university innovation performance”. Journal of Technology Transfer, vol. 45, n. 2, 2020.

UML - Unified Modeling Language. “Unified Modeling Language (UML) 2.0”. UML [2023]. Disponível em: . Acesso em: 09/07/2023.

VRIES, E. W. et al. “Knowledge transfer in university–industry research partnerships: a review”. Journal of Technology Transfer, vol. 44, n. 4, 2019.

YIN, R. K. Case Study Research and Applications: Design and Methods. London: Sage Publications, 2017.