DINÂMICA EXPLORAÇÃO-OPRESSÃO E O CAMINHO DO NEOFASCISMO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Leonardo Carnut

Resumo

O presente texto faz uma breve análise conjuntural do caminho que o neofascismo percorreu na institucionalidade desde os governos progressistas Lula e Dilma até o segundo ano do governo Bolsonaro. A análise repousa na compreensão do salto qualitativo da dinâmica exploração-opressão como um elemento característico do neofascismo enquanto fenômeno sociopolítico e, que na educação superior brasileira, se expressa principalmente pela defesa generalizada da educação à distância.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
CARNUT, L. . DINÂMICA EXPLORAÇÃO-OPRESSÃO E O CAMINHO DO NEOFASCISMO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 1, n. 1, p. 55–61, 2020. DOI: 10.5281/zenodo.3840221 . Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/188. Acesso em: 7 jul. 2022.
Seção
Ensaios

Referências

ABED - Associação Brasileira de Educação a Distância. “Proposta de Educação à Distância no ensino público divide opiniões”. Portal Eletrônico da ABED [2018]. Disponível em: <http://abed.org.br/arquivos/proposta_sobre_EAD_no_ensino_publico_divide_opinioes.pdf>. Acesso em: 21/05/2020.

ALVES-CEPÊDA, V. A “Nova Direita no Brasil: contexto e matrizes conceituais”. Mediações: Revista de Ciências Sociais, vol. 23, n. 2, 2018.

BEINSTEIN, J. “Neofascismo e Decadência: o planeta burguês à deriva”. Portal Eletrônico do IELA [2019]. Disponível em: <http://www.iela.ufsc.br/noticia/neofascismo-e-decadencia-o-planeta-burgues-deriva>. Acesso em: 21/05/2020.

BOSCHETTI, I. Assistência social e trabalho no capitalismo. São Paulo: Editora Cortez, 2016.

BRASIL. Ministério da educação. “Programa Futura-se”. Portal Eletrônico do MEC [2019]. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/busca-geral/212-noticias/educacao-superior-1690610854/78211-mec-lanca-programa-para-aumentar-a-autonomia-financeira-de-universidades-e-institutos>. Acesso em: 21/05/2020.

CALIL, G. “L’astrologue qui inspire Jair Bolsonaro”. Le Monde Diplomatique [02/2020]. Disponível em: <https://www.monde-diplomatique.fr/2020/02/CALIL/61307>. Acesso em: 21/05/2020.

CHAUÍ. M. “A universidade pública sob nova perspectiva”. Revista Brasileira de Educação, vol. 24, 2003.

COUTINHO, J. P.; PONDÉ, L. F.; ROSENFIELD, D. Por que virei à direita: três intelectuais explicam sua opção pelo conservadorismo. São Paulo: Três Estrelas, 2012.

GIROUX, H. “Thinking Dangerously: The Role of Higher Education in Authoritarian Times”. Truthout Website [26/06/2017]. Disponível em: <https://truthout.org/articles/thinking-dangerously-the-role-of-higher-education-in-authoritarian-times/>. Acesso em: 21/05/2020.

IANNI, O. A ideia do Brasil moderno. São Paulo: Editora Brasiliense, 2004.

KNOBEL, M.; LEAL, F. “Higher Education and Science in Brazil: A Walk toward the Cliff?”. International Higher Education, Fall Issue, 2019. Disponível em: <https://doi.org/10.6017/ihe.2019.99.11639>. Acesso em: 21/05/2020.

MORAES, R. C. C. “Neoliberalismo e neofascismo és lo mismo pero no és igual?” Crítica Marxista, vol. 1, n. 7, 1998.

SILVA JUNIOR, J. R. Parecer sobre o Programa Future-se a pedido do CoC-CECH. São Carlos: UFSCar, 2019.

SILVEIRA, R. M. G. “A fascistização da sociedade brasileira”. Anais do XVII Encontro Estadual de História, vol. 17, n. 1, 2016.