REVISITANDO “ESTADO DE EXCEÇÃO: A FORMA JURÍDICA DO NEOLIBERALISMO”

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Maciana de Freitas e Souza

Resumo

O presente trabalho trata-se de uma resenha crítica do livro “Estado de Exceção: A forma jurídica do neoliberalismo”, do professor Rafael Valim. Discute-se no texto a relação entre estado de exceção e o sistema de justiça na realidade brasileira, no qual avançam pautas conservadoras que priorizam as classes dominantes em detrimento das garantias fundamentais e a soberania popular.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SOUZA, M. de F. e . REVISITANDO “ESTADO DE EXCEÇÃO: A FORMA JURÍDICA DO NEOLIBERALISMO”. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 1, n. 2, p. 84–86, 2020. DOI: 10.5281/zenodo.3893370. Disponível em: https://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/176. Acesso em: 7 jul. 2022.
Seção
Resenhas

Referências

VALIM, Rafael. Estado de exceção: a forma jurídica do neoliberalismo. São Paulo: Editora Contracorrente, 2017.