A PANDEMIA E A IMPORTÂNCIA DAS CIÊNCIAS HUMANAS

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Michel Goulart da Silva

Resumo

Este ensaio problematiza as ações de fomento à pesquisa que vem sendo realizadas pelo poder público, diante da pandemia da Covid-19. No ensaio aponta-se a necessidade de encarar as ações a partir de uma perspectiva multidisciplinar, procurando apontar o papel que pode ser cumprido pelas Ciências Humanas.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SILVA, M. G. da . A PANDEMIA E A IMPORTÂNCIA DAS CIÊNCIAS HUMANAS. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 2, n. 6, p. 30–34, 2020. DOI: 10.5281/zenodo.3834932. Disponível em: http://revista.ioles.com.br/boca/index.php/revista/article/view/119. Acesso em: 8 dez. 2021.
Seção
Ensaios

Referências

BLOCH, Gerárd. Ciência, luta de classes e revolução. São Paulo: Palavra, 1980.

SENHORAS, Elói Martins. “Coronavírus e Educação: Análise dos Impactos Assimétricos”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 2, n. 5, 2020.

SILVA, Michel Goulart da. “Bolsonaro e os ataques às Ciências Humanas”. Foice&Martelo, n. 03, edição especial, abril, 2020.

SILVA, Michel Goulart da. “O Escola Sem Partido como expressão do ideário militar”. Germinal, vol. 10, n. 3, 2019.

TROTSKY, Leon. Escritos filosóficos. São Paulo: Iskra, 2015.